Efeito do Treinamento Físico e da Ingestão Crônica de Cafeína Sobre o Tecido ósseo de Ratos Jovens

Por: Claudia Martins Siqueira, Francelaine Bruna Campana, Maiara Santos Nogueira, Marcos Doederlein Polito, Maria Carla Perozim Preti, Mayara Caroline Ventura, Roberto José Ruiz, Sérgio Swain Müller, Solange de Paula Ramos e Vanessa Batista da Costa Santos.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.26 - n.2 - 2012

Send to Kindle


Resumo

Foram avaliados os efeitos da ingestão crônica de cafeína e exercício de natação sobre o tecido ósseo. Ratos Wistar jovens (n = 32) alocados em quatro grupos: sedentário controle (SCO), sedentário + cafeína (SCAF), treinados (TCO) e treinados + cafeína (TCAF), receberam 1 mg/ml de cafeína em água durante 30 dias (SCAF e TCAF) e foram submetidos a 21 dias de natação em intensidade moderada (TCO e TCAF). A tíbia esquerda foi submetida a ensaio biomecânico para determinação do coeficiente de rigidez, limite de elasticidade e carga máxima. A área de tecido ósseo primário e espessura do disco epifisário foram avaliadas no fêmur. Não foram observadas alterações nas propriedades biomecânicas e na deposição de tecido ósseo primário. O grupo SCAF apresentou maior espessura no disco epifisário distal. Os resultados sugerem que o treinamento moderado de natação e a ingestão de cafeína não provocaram alterações morfológicas e biomecânicas do tecido ósseo.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v26n2/04.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.