Efeito do Treinamento de Força na Relação Força Muscular-desempenho Aeróbio de Nadadores Competitivos

Por: Augusto Carvalho Barbosa, Orival Andries Junior e Rafael Carvalho de Moraes.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.9 - n.4 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos do treinamento de força na relação força muscular fora da águadesempenho aeróbio dentro da água. Dezesseis nadadores foram divididos em grupos controle (GC) e experimental (GE), e submetidos a dezessete semanas de treinamento dentro da água. O GE também realizou um treinamento de força fora da água (TFFA), objetivando o ganho de potência. Antes e após as doze semanas do TFFA foi aplicado o teste de 10 minutos

(T10) para avaliar a resistência aeróbia, 1 ação voluntária máxima (1AVM) e repetições máximas em 30s (REM) com 70% da carga de 1AVM, de onde foi calculada a quilagem total. Valores obtidos em 1AVM e quilagem foram relativizados pela massa corporal. Não foi observada correlação significante entre as alterações percentuais do T10 e dos indicadores de força muscular fora da água, apesar do aumento signifi cante deles no GE. Conclui-se que o TFFA não gera melhora no desempenho aeróbio dentro da água.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/4107

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.