Efeito de Um Programa de Atividades Aeróbicas em Intensidade Autoselecionada e Imposta nas Respostas Fisiológicas, Perceptuais e Afetivas de Mulheres Obesas

Por: Luis Alberto Garcia Freitas.

181 páginas. 2014 24/03/2014

Send to Kindle


Resumo

Investigar o efeito de um programa de atividades aeróbias em intensidade autosselecionada e imposta nas respostas fisiológicas, perceptuais e afetivas de mulheres obesas. Métodos: A pesquisa classifica-se como quase- experimental, em que foram investigadas 75 mulheres previamente sedentárias, na faixa etária de 44,17±8,17anos, apresentando características de obesidade com IMC de 34,78±3,35 Kg/m2 , e porcentagem de gordura ≥ 35%. As participantes foram divididas em 3 grupos: GA - intensidade autosselecionada; GB - intensidade imposta ~10% acima do Limiar Ventilatório (LV); e GC – grupo controle. Foi realizada intervenção de 12 semanas por meio de um programa de atividades aeróbias, 3 vezes por semana, com duração de 30 minutos para o GA e de 20 minutos para o GB. Foi empregada estatística descritiva (média e desvio- padrão). O test “t” de Student foi utilizado para comparar os momentos pré e pós- programa de exercícios em cada grupo. A ANOVA fatorial 3x2 (intensidade autosselecionada x intensidade imposta x controle) x momento pré e pós foi utilizados, com medidas repetitivas, sendo seguida do test Pos-Hoc HSD de Tukey para “n” desiguais. Para fins de comparação das 12 semanas, a cada 5 minutos, para a variável fisiológica FC utilizou-se de ANOVA teste de Mann- Whitney e ANOVA one-way para análise da variável psicológica PSE e Valência Afetiva. Foi utilizado SPSS (versão 19.0) for Windows, com um nível de significância estipulado em p<0,05 para todas as análises. Resultados: o programa promoveu aumento significativo na aptidão cardiorrespiratória para o GA (Δ%=18,0%) e de GB (Δ%=54,3%). Em relação à composição corporal, observou-se aumento significativo para o GC(Δ%=2,6%). Ao comparar o GA com o GB, ao longo das 12 semanas, em relação à variável fisiológica, os valores médios da FC foi de 123,4±2,74 bp.min-1 ou 71,4% da FCMAX para o GA e de FCE 150,7±7,3bp.min-1 (~ 10% acima do LV). A PSE foi para o GA de 11,1±1,9, e para o GB com valores médios de 14,26±2,6 (Borg 6-20) (p<0,01), e a Valência Afetiva para o GA foi de 1,4  1,8 e de -0,21  2,6 para o GB (p<0,01). O índice de abandono ao programa foi de 12% para o autosselecionado e de 52% para o imposto. A valência afetiva se manteve estável ao longo das 12 semanas, demonstrando que o desconforto/desprazer, causado pela intensidade imposta pode ter sido o fator determinante de abandono ao programa. As integrantes do GA em relação a frequência cardíaca se manteve dentro dos padrões recomendados pelo ACMS, além desta se mostrar uma estratégia eficiente para ser aplicada a grupo de mulheres obesas e sedentárias, tornando o programa mais prazeroso e otimizando a aderência à um programa de atividades aeróbias.

Endereço: http://www.pgedf.ufpr.br/Teses.html

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.