Efeito de Um Treinamento Combinado de Força e Endurance Sobre Componentes Corporais de Mulheres na Fase de Perimenopausa

Por: , , Haury Temp, Jose L. Alonso, Maria A. Binotto, Maria A. Roth e Mateus Rossato.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.7 - n.1 - 2007

Send to Kindle


Resumo

RESUMO O objectivo deste estudo foi verificar o efeito de um treinamento de força e endurance sobre componentes corporais de mulheres. Oito mulheres na fase de perimenopausa (massa corporal de 58,9 ± 9,3 kg, altura de 159 ± 7 cm e idade de 48,6 ± 2,1 anos) participaram do estudo. A massa óssea (MO), massa gorda (MG) e a massa magra (MM) foram analisadas com um exame DEXA (Dual Energy X-Ray Absorptiometry). O consumo máximo de oxigénio (VO2máx) foi determinado através de teste progressivo máximo em esteira rolante antes e após o treinamento. O treinamento combinando exercícios de força e endurance teve a duração de 20 semanas. Os resultados indicam que o VO2máx, embora não alterado de maneira estatisticamente significativa, apresentou um aumento de 7,23% para a forma absoluta e 9,82% na forma relativa. Da mesma forma, a MO e MM tiveram um aumento de 0,81% e 2,82%, respectivamente, enquanto que a MG apresentou decréscimo de 3,60%. Ainda que essas alterações não tenham alcançado significância estatística, a tendência de modificação observada sugere que o treinamento poderá induzir alterações nos componentes corporais de mulheres na fase de perimenopausa. Para a confirmação dos resultados encontrados sugerem-se estudos com períodos de treinamento mais extensos. Palavras-chave: mulheres; perimenopausa; consumo de oxigénio, treinamento.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.