Efeito do Uso Profilático do Anti-inflamatório Não-esteroide Ibuprofeno Sobre o Desempenho em Uma Sessão de Treino de Força

Por: Bruno Manfredini Baroni, Cleiton Silva Correa, Eduardo Lusa Cadore, Eduardo Ramos da Silva, Jocelito Martins Bijoldo, e Ronei Silveira Pinto.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.19 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, têm sido utilizados por atletas de várias modalidades com o intuito de aumentar desempenho esportivo. 
OBJETIVO: Verificar o efeito do uso profilático de ibuprofeno sobre desempenho em uma sessão de treino de força. 
MÉTODOS: Um ensaio clínico, cruzado, randomizado, duplo-cego e placebo-controlado foi desenvolvido com 12 praticantes regulares de treino de força do sexo masculino, os quais realizaram uma sessão de treino após a ingestão de ibuprofeno (1,2 g) e uma outra após a ingestão de placebo. Seis séries dos exercícios supino e agachamento foram realizadas em cada sessão de treino com uma carga constante correspondente a 65% da 1RM de cada exercício. O desempenho no treinamento foi mensurado através do número de repetições que os voluntários conseguiram realizar em cada série de exercício a cada sessão de treino de força. 
RESULTADOS: Não foram verificadas diferenças significativas de desempenho no treino de força com a administração prévia de placebo ou ibuprofeno (p > 0,05). 
CONCLUSÃO: A ingestão de ibuprofeno nos parâmetros de administração adotados pelo presente estudo não promove qualquer tipo de alteração na tolerância ao exercício em uma sessão isolada de treino de força, o que contraria a indicação dessa substância para fins ergogênicos no treino de força.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922013000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.