Efeitos Agudos da Estática Contra Alongamento Dinâmico no Desempenho do Salto Vertical de Jogadores de Futebol

Por: , Bruno Colombo Muller e Vinicius de Souza Ferreira.

Motriz - v.19 - n.2 - 2013

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve como objetivo comparar os efeitos agudos do alongamento estático e dinâmico sobre o desempenho do salto vertical e amplitude de movimento de 22 jogadores de futebol profissional. Após a intervenção de alongamento dinâmico, o grupo experimental (n = 13) apresentaram um aumento significativo no desempenho do salto vertical (p = 0,002), mas não foram observadas alterações significativas após o alongamento estático (p = 0,343), bem como após os testes sem esticar intervenção (p> 0,05). Em relação a amplitude de movimento, não houve diferenças significativas no sentar e alcançar (p = 0,263) nas três condições analisadas: alongamento estático e dinâmico de alongamento, e controle (sem alongamento). Estes resultados sugerem que o alongamento dinâmico é o tipo mais adequado de alongamento antes de realizar rotinas de aquecimento que exigem força muscular. No entanto, nenhuma das intervenções propostas neste estudo resultou em um aumento na amplitude de movimento.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/6121

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.