Efeitos da Atividade Física Sobre a Concentração de Histamina em átrios e Ventrículos de Ratos

Por: Rui Errerias Maciel.

Motriz - v.4 - n.1 - 1998

Send to Kindle


Resumo

Neste estudo investigou-se o efeito da atividade física crônica e aguda sobre o padrão de distribuição da histamina cardíaca atrial e ventricular, em ratos machos Wistar, com 90 dias de idade. O treinamento físico consistiu de 60 min diários de exercício agudo de natação individual, com sobrecarga realizado num recipiente a 31± 1°C. Após 45 dias de natação, foi administrada à metade dos animais, uma última etapa de exercício agudo e a seguir foram sacrificados a fim de proceder à coleta de amostras de sangue e de tecido cardíaco para efetuar as análises bioquímicas. Foram obtidos os seguintes resultados significativos (P< 0,05): I- menor concentração de lactato sangüíneo do grupo treinado exercitado agudamente; II- menor concentração de histamina ventricular no grupo treinado em repouso em relação ao sedentário em repouso; III- maior concentração histamínica atrial que a ventricular em todos os grupos. Concluiu-se que a diminuição do lactato indicou a eficácia do treinamento em produzir melhora na performance dos animais; que a redução histamínica ventricular nos animais treinados parece proteger o coração de seus possíveis efeitos arritmogênicos e que a sua maior concentração atrial em relação a ventricular demonstrou que o exercício físico não alterou o padrão de distribuição da histamina cardíaca.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/04n1/4n1_ART06.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.