Efeitos da Atividade Fisica Sobre o Sistema Locomotor e nos Habitos de Vida

Por: Mariângela Gagliardi Caro Salve.

1999 20/09/1999

Send to Kindle


Resumo

Este estudo teve por objetivo aplicar um programa de atividade fisica e estudar os seus efeitos na postura corporal e nos hábitos de vida. Foram selecionados 40 voluntários, do sexo masculino, trabalhadores do setor da marcenaria da UNICAMP. Inicialmente, foi realizada a avaliação postural computadorizada, tendo em vista estudar os níveis posturais, através de marcações em pontos anatomicos no corpo humano, nos planos: frontal (anterior e posterior), sagital (direito e esquerdo) e transverso (superior e inferior) e houve aplicação de protocolo através do qual pudemos traçar o perfil dessa população. Para efeitos de análise estatística os 40 individuos (GI) foram subdivididos em dois grupos, sendo: atividade 01 (n=8) indivíduos que executam as atividades sentados e atividade 02 (n= 32) indivíduos que executam as suas atividades em pé/andando e foram agrupados em A, B,C de acordo com as variáveis: membros superior e ombro (grupo A); membro inferior e quadril (grupo B) e somente escápulas (grupo C). Para medir as correlações das variáveis A, B, e C foi utilizado como instrumento estatístico o coeficiente de correlação e o teste t a fim de comparar as variáveis da atividade 1 e 2. Desse primeiro momento encontramos os seguintes resultados: as posturas de trabalho não estão influenciando nas alterações de desníveis, desvios e assimetrias posturais, mas sim os movimentos repetitivos e não realização de exercícios fisicos. Constatamos as seguintes situações: que muitos indivíduos não tinham hábitos de vída saudável; havia um número significante de portadores de doenças e desconfortos fisicos; não cuidavam do corpo e não tinham uma alimentação adequada. A partir desses resultados elaboramos um programa de ativídade fisica e saúde a esta população, que teve a duração de 8 meses, com sessões de uma hora, duas vezes por semana. Chamamos de grupo II ( GII, n=10) os que acompanharam o programa até o quinto mês e grupo III ( GIII, n=30) os que freqüentaram até o final. Após este período realizamos a reavaliação postura! computadorizada, onde foram observadas alterações irrelevantes e reaplicamos o protocolo de avaliação. Notamos diminuição de peso corporal e desconfortos fisicos nos três grupos; aumento da estatura e melhoria nas condições de trabalho também nos três grupos; diminuição das porcentagens de doenças, de consumidores de bebidas alcoólicas e fumantes nos grupo I e III e no grupo II manteve-se; diminuição do consumo de carnes vermelhas; massas e doces e aumento de carnes brancas e legumes nos três grupos; quanto as frutas e cereais aumentaram nos grupo I e III e mantiveram no grupo II. O programa ajudou nos aspectos de bem-estar, relaxamento, integração social, melhoria nos sintomas de dores e desconfortos fisicos e rendimento no trabalho. Concluímos que o programa de atividade fisica e saúde foi eficiente, contribuiu para melhorar a qualidade de vida dessa população, e deve perdurar por toda a vida. Recomendamos a sua extensão as demais classes trabalhadoras 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000188556&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.