Efeitos da Suplementação Crônica de Açaí Sobre Danos Musculares em Corredores de Rua

Por: Alan Santos Oliveira, Ana Mara Oliveira e Silva, Isadora Almeida Cruz, Joao Henrique Gomes, Raphael Fabricio de Souza e Renata Rebello Mendes.

Revista da Educação Física - UEM - v.30 - n.1 - 2019

Send to Kindle


Resumo

O exercício físico aeróbio eleva o volume de oxigênio consumido e, consequentemente, de espécies reativas de oxigênio. O acúmulo destas culmina em estresse oxidativo, e a susceptibilidade a danos musculares. O açaí contém elevadas concentrações de antioxidantes, responsáveis por reduzir o estresse oxidativo. Esse estudo objetivou avaliar o efeito do consumo crônico de açaí sobre o dano muscular de corredores de rua. 14 corredores homens foram randomicamente divididos em grupos açaí (200g diários) ou controle, durante 25 dias. Foram avaliados, no período pré (M1) e pós intervenção (M2), marcador de dano muscular (CK) em repouso, imediatamente e 24h após corrida, percepção subjetiva do esforço (PSE) e antropometria. No M1, houve elevações significativas de CK após o exercício (0h e 24h) em ambos os grupos, sem haver diferença entre eles. Após a intervenção, observou-se redução significativa da CK 24h no grupo que recebeu açaí, em relação ao M1, demonstrando que o consumo crônico de açaí preveniu danos musculares. Não houve diferença significativa acerca dos dados antropométricos e a PSE entre ambos os momentos e grupos. Conclui-se que suplementação de açaí reduziu significativamente a CK de corredores de rua em prova de 10km, porém, sem alterar a PSE e a composição corporal.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/38445

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.