Efeitos de Diferentes Modelos de Periodização do Treinamento Aeróbio Sobre Parâmetros Cardiovasculares, Metabólicos e Composição Corporal de Bombeiros Militares.

Por: .

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.27 - n.3 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar o efeito de programa de treinamento aeróbio sobre parâmetros cardiovasculares, metabólicos e de composição corporal comparando diferentes periodizações. Sessenta e cinco bombeiros militares/ES (25,9 ± 0,6 anos) foram divididos em quatro grupos: controle (Gcon, n = 15) sem tratamento; ondulatório (Gond, n = 18), escalonado (Ges, n = 17), e crescente (Gcres, n = 15), e treinaram 13 semanas, três sessões semanais de 30 minutos e intensidades de 60% a 90% FCmáx. A frequência cardíaca (FC) foi controlada em todas as sessões . Antes e após o programa foram realizadas avaliações antropométricas e teste cardiopulmonar (Aerosport TEEM-100). Houve redução no percentual de gordura, bradicardia em repouso e da FC submáxima com aumento do consumo de oxigênio, e redução do duplo produto, da PAD em repouso para os três grupos treinados, sem vantagens adicionais para o Gcres. Esses resultados sugerem que programas de treinamento aeróbio com distribuição de intensidade ao longo das semanas de forma escalonada e/ou ondulatória podem ser mais apropriados para indivíduos não atletas.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1807-55092013000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.