Efeitos de Distintos Programas de Atividade Física e da ,meditação Sobre os Níveis de Qualidade de Vida e de ,depressão em Idosas

Por: Juracy Corrêa Castro.

150 páginas. 2008

Send to Kindle


Resumo

Vários são os fatores que podem contribuir para o processo natural de envelhecimento, porém grande parte desse declínio ocorre devido à inatividade física. O envelhecimento sedentário pode evoluir à depressão a qual interfere qualitativamente e quantitativamente na qualidade de vida dos idosos. Desta forma, o objetivo deste estudo foi comparar os níveis de qualidade de vida e de depressão entre idosas sedentárias e ativas, praticantes de dança, musculação e meditação, avaliando ainda os efeitos destes sobre aqueles. Para este estudo ex post facto, correlacional, a amostra foi dividida em quatro grupos: grupo de dança (GD, n=23; idade=70,79±6,36 anos); grupo de musculação (GF, n=13; idade=70,11±3,43 anos); grupo de meditação (GM, n=13; idade=69,11±5,05 anos) e grupo controle (GC, n=20; idade=67,67±16,82 anos). Os protocolos utilizados nas avaliações foram o questionário do World Health Organization Quality of Life Group-old – WHOQOL-OLD (qualidade de vida) e o inventário de Beck – BDI (depressão). Nas comparações múltiplas (Post Hoc de Sheffe ou intervalo de confiança) foram encontrados resultados satisfatórios nas variáveis dom2 (GDxGF, p=0,026; GDxGC, p

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2501&listaDetalhes%5B%5D=2501&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.