Efeitos do Beta-hidroxi-beta-metil-butirato na Regeneração Muscular de Ratos

Por: Adriana Pertille, André Katayama Yamada e Larissa Antunes.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.24 - n.2 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Introdução: Estudos demonstram que a suplementação de beta-hidroxi-beta-metil-butirato (HMB) aumenta a força e a massa muscular. Objetivo: Avaliar o efeito da suplementação com HMB no processo de regeneração muscular em ratos jovens e sedentários. Métodos: Foram utilizados 24 ratos Wistar machos com dois meses de idade, divididos nos grupos lesão (LE) e suplementado (S) e avaliados em dois momentos, em sete dias (LE7; S7, n = 6) e em 21 dias (LE21; S21, n = 6). O músculo tibial anterior direito foi submetido à criolesão em todos os animais. Após a lesão, o grupo LE permaneceu no biotério sem nenhum tipo de intervenção. O grupo S recebeu suplementação de cálcio HMB em pó diluído em água por meio de gavagem (320 mg/kg/peso por dia). Os músculos tibial anterior lesado (TAL), tibial anterior (TA) e sóleo (SOL) esquerdo foram retirados, pesados e divididos transversalmente em duas partes, sendo uma destinada à análise da área de corte transversal (ACT) e da área de inflamação/regeneração e a outra parte para medir a concentração de glicogênio muscular. A avaliação dos dados foi realizada por meio do programa SAS, considerando média e desvio padrão. Para análise de variância usou-se o teste ANOVA, seguido do teste de Tukey-HSD (p ≤ 0,05). Resultados: O peso do músculo TAL foi maior no S21 em comparação com o S7 (p < 0,05). Os grupos LE21 e S21 apresentaram maior ACT de fibras musculares e menor área de regeneração/inflamação do TAL (p < 0,05), quando comparados com os grupos LE7 e S7. Observou-se aumento nos níveis de glicogênio muscular no grupo S7 com relação a LE7 e S21 para TAE e SOL (p < 0,01), assim como no grupo S21 em comparação com LE21 no SOL (p < 0,05). Conclusão: O HMB não influenciou o processo de regeneração muscular e não favoreceu a atividade anabólica nos diferentes tipos de fibras musculares de ratos jovens e sedentários. Nível de Evidência II, Estudos terapêuticos - Investigação dos resultados do tratamento.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922018000200112&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.