Efeitos do Exercício Sobre a Aptidão Física e as Variáveis Antropométricas em Ex-usuários de Crack

Por: Ana Maria Volpato, Antonio José Grande, Jéssica Abatti Martins, Leonardo Roever e Vanise dos Santos Ferreira Viero.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.23 - n.4 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Introdução: O consumo mundial de cocaína em suas diversas formas está aumentando; os usuários de cocaína ultrapassaram 17 milhões no mundo. No Brasil, esses dados também são alarmantes. Uma pesquisa realizada em 2010 descobriu que o país tem mais de 900.000 usuários crack. Objetivo: Avaliar os efeitos do exercício em variáveis antropométricas e componentes de aptidão física em ex-usuários de crack. Métodos: Estudo randomizado e controlado com 20 homens, divididos em grupo exercício (n = 10) e grupo controle (n = 10), internados em clínica de desintoxicação. Foram avaliados os componentes da aptidão física relacionados à saúde (resistência cardiorrespiratória, flexibilidade, força/resistência muscular e composição corporal) antes e depois do programa de treinamento físico. Resultados: O exercício contribuiu para a manutenção de variáveis antropométricas, enquanto o grupo controle teve aumento da gordura corporal total e da gordura visceral. Com relação à aptidão física, o treinamento de resistência contribuiu para o aumento da maioria das variáveis estudadas, particularmente força e capacidade cardiorrespiratória. Por outro lado, o VO2max e a força dos sujeitos sedentários foram diminuídos (P < 0,05). Conclusão: O exercício mostrou efeitos benéficos nos componentes da aptidão física e na manutenção da composição corporal

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1517-86922017000400284&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.