Efeitos do Treinamento e de Uma Prova de Triathlon em Indicadores de Lesão Muscular e Inflamação

Por: Dalmo Roberto Lopes Machado, Enrico Fuini Puggina, Hugo Tourinho Filho e Valdir José Barbanti.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.38 - n.2 - 2016

Send to Kindle


Resumo

Com o objetivo de verificar a dinâmica de marcadores de lesões musculares e da resposta inflamatória aguda produzidas pelo treinamento e por uma prova de meio ironman em atletas de triathlon durante 12 semanas de treinamento, no presente estudo foram avaliadas as alterações musculares e inflamatórias produzidas pelo treinamento e por um meio-ironmanem 12 atletas. Amostras de sangue foram coletadas no início do programa de treinamento (M-1), após 10 semanas de preparação (M-2) e após a competição (M-3). Foram avaliadas as atividades da creatina quinase (CK), lactato desidrogenase (LDH), concentração de IL-6, IL-10, proteína C reativa (PCR) e cortisol (C). Foram detectados aumentos em M-3 para a CK (M-1 = 22,25±36,08 UI/L, M-2 = 20,80±42,82 e M-3 = 234,5±135,59 UI/L), LDH (41,71±18,98 U/L, 19,87±16,17 e 191±102,47), PCR (8,42±4,13mg/L, 5,77±3,54 e 7,62±4,87), IL-6 (77,09±27,86pg/mL, 93,39±65,2 e 228,48±97,61), IL-10 (88,49±26,36pg/mL, 89,56±37,99 e 193,31±92,77) e C (14,6±5,92μg/mL, 23,96±6,44 e 37,47±3,58). A partir desses resultados, conclui-se que os atletas apresentaram aumento dos indicadores de lesões musculares e inflamação apenas após a competição, o que ilustra o efeito agudo dessa prova sobre o organismo desses atletas.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/pt/efeitos-do-treinamento-e-uma/articulo-resumen/S0101328915001122/

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.