Efeitos do Treinamento Resistido na Prevenção de Lesões em Atletas de Futsal Feminino

Por: Ana Carolina Dias Semblano, Beatriz Rosa Teles, Caio César França Félix, Monica Yumi Okada e Rafaela Carolina Correa Bronze de Oliveira.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO 

De acordo com a Federação Internacional de Futebol (FIFA), através do seu Centro de Pesquisa e Avaliação Médica (F-MARC), define lesão como qualquer tipo de ocorrência sofrida por um jogador em competições ou treinos, que o tire de, pelo menos, um treino ou jogo. Sendo assim o grau da lesão se baseia em quantos dias o jogador se mantem afastado de suas atividades: ligeira (1-3 dias), menor (3-7 dias), moderada (7 - 28 dias), grave (mais de 28 dias) (BRITO; SOARES; REBELO, 2009). Dentre as lesões ocorridas em atletas de futsal estão, principalmente, a entorse, a fratura-luxação, as lesões musculares e tendíneas (COHEN et al., 1997; RIBEIRO et al., 2003; SIMÕES, 2005). Segundo Bompa (2002), para prevenir as lesões deve-se seguir alguns procedimentos como: elevar a flexibilidade, fortalecer os músculos, tendões e ligamentos, desenvolver a força muscular e a elasticidade.

Endereço: http://congressos.cbce.org.br/index.php/conbrace2019/8conice

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.