Efeitos do Treinamento Resistido no Processo de Emagrecimento, Modulação Hormonal e Qualidade de Vida de Mulheres com Hipotireoidismo

Por: Letícia de Jesus Lima, Milena Vasconcelos Medeiros e Verena da Silva Duarte.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO 

A tireoide, segundo Rodrigues, Toledo e Nogueira (2017) é uma das maiores glândulas endócrinas, sua função é sintetizar os hormônios tireoidianos essenciais para o desenvolvimento e crescimento dos diversos órgãos e sistemas em humanos. Raso, Greve e Polito (2013) ratificam os efeitos do T3 e T4, aumentam a taxa metabólica basal e a produção de calor, estimula a metabolização de gordura, além de promoção da síntese proteica. Segundo Raso, Greve e Polito (2013) no Brasil, 5,7% da população possui hipotireoidismo sendo mais frequente em mulheres comparadas aos homens e afirmam que os exercícios com peso mostraram ser eficazes na recuperação da função muscular esquelética dos indivíduos com hipotireoidismo.

Através de uma pesquisa de campo, o objetivo foi investigar se o treinamento resistido (TR) tem efeitos significativos no processo de emagrecimento, modulação hormonal e qualidade de vida (QV) de mulheres com hipotireoidismo.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.