Efeitos do Volume de Treinamento no Humor em Corredores de Maratona Amadores

Por: Eduardo Alvarez Palace, Luciano Bucco Santos e Marta Zubiaur-gonzález.

Lecturas: Educación Física y Deportes - v.24 - n.256 - 2019

Send to Kindle


Resumo

Neste trabalho foram avaliados corredores de maratona amadores, submetidos a um mesociclo de treinamento. A carga de treinamento em volume foi comparada e correlacionada com o humor utilizado na subescala do questionário POMS fadiga. Os resultados destacam a sensibilidade desses dois indicadores de fadiga e vigor às variações da carga de treinamento no quarto e quinto mês e sua consistência como indicadores do impacto geral do treinamento. Concluindo, podemos afirmar que a subescala do POMS administrada uma vez por mês durante um mesociclo de treinamento pode ser um indicador útil para monitorar estados de fadiga antes da síndrome do overtraining, não apenas em atletas de elite, mas também em atletas amadores, conforme verificado neste estudo.

Endereço: https://www.efdeportes.com/index.php/EFDeportes/article/view/895

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.