Efeitos do Exercício na Densidade Mineral óssea

Por: Diego Urtassum Mottini.

Motriz - v.14 - n.1 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O presente trabalho revisa os resultados de estudos que investigaram os efeitos da atividade física na densidade mineral óssea. Sendo a atividade física um dos fatores com influência na densidade mineral óssea (DMO) a determinação de quais modalidades esportivas estão mais relacionadas com a estimulação óssea pode ser indispensável para prevenção e tratamento da osteoporose. Estes estudos concluem que os efeitos osteogênicos relacionados ao exercício e a prática desportiva são resultantes da carga mecânica aplicada sob a estrutura esquelética. Observa-se que melhores resultados osteogênicos estão relacionados a maiores intensidades de carga mecânica. O estresse de tensão gerado pela contração muscular durante o treinamento de força apresenta os maiores benefícios na remodelação óssea. Por outro lado, o exercício extenuante pode trazer resultados negativos ao tecido ósseo, principalmente no sexo feminino.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1281/1596

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.