Efeitos do Exercício Físico Sobre os Níveis de Estresse em Vestibulandos de Teresina-pi

Por: Erika da Fonseca Reis Silva, Francilene Batista Madeira, Glauber Castelo Branco Silva, Irineu de Sousa Júnior, Jonato Prestes, Marcia Cristiane Araújo e .

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.20 - n.3 - 2012

Send to Kindle


Resumo

RESUMO: O exame vestibular é considerado um agente desencadeador de sintomas psicossomáticos em adolescentes. Em contrapartida, o exercício físico é apontado como uma das principais medidas não farmacológica para o alívio do estresse. O presente estudo teve como objetivo investigar os efeitos do programa de exercício físico (PEF) moderado sobre os níveis de estresse de vestibulandos, além de identificar a fase e sintomas do estresse predominantes e analisar o nível de cortisol salivar. Após estimar a prevalência do NAF e do estresse da população de estudantes (N=141) do 3º ano do ensino médio de uma escola particular da cidade de Teresina, selecionou-se a amostra com todos os escolares insuficientemente ativos e estressados, composta por 71 estudantes com idade entre 17 e 18 anos, de ambos os sexos, randomizados em grupo experimental (GE) n = 39 e grupo controle (GC) n = 32. Foram empregados os instrumentos: Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ-versão curta), Escala de Stress para Adolescentes (ESA) e kit Salivette® para coleta da saliva. O GE participou de um PEF de intensidade moderada (66% a 74% da FCmax), durante dez semanas, com freqüência de duas sessões semanais de 60 minutos. Utilizou-se o programa SPSS versão 13.0 para a análise estatística, considerando um nível de significância de p

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/3094

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.