Efeitos da Idade, do Sexo e da área Geográfica no Crescimento Somático e Aptidão Física nas Crianças e Jovens Rurais de Calanga, Moçambique

Por: Leonardo Nhantumbo.

Motriz - v.12 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Os objetivos deste estudo foram: 1) avaliar aspectos do rescimento somático e da aptidão funcional (AptF) em crianças e jovens rurais de Calanga; 2) examinar a nfluência da idade, do sexo e da área geográfica (AG) na variabilidade da aptidão funcional no seio desta mostra rural; 3) contrastar os seus valores médios com os de crianças e jovens da mesma coorte etária rovenientes da área urbana (AU); e 4) situar e nterpretar os resultados de altura e peso e da AptF de crianças e ovens rurais de Calanga em relação às referências percentílicas internacionais. Foram amostradas 3172 ujeitos de ambos os sexos dos seis aos 16 anos, sendo 818 sujeitos da área rural (AR) e 2354 da área urbana. ltura e peso foram medidos segundo a padronização descrita por LOHMAN et al. (1988). A AptF foi avaliada través dos protocolos de AAHPERD (1980): corrida da milha; EUROFIT (1988): sentar e alcançar, impulsão orizontal, dinamometria manual, suspensão na barra e velocidade 10 x 5 metros e FITNESSGRAM (1994): orça abdominal. A análise foi feita com o programa SPSS 14.0, recorrendo à ANOVA II e ANCOVA. onstatou-se um padrão incremental nas médias de AptF dos dois sexos, com valores mais elevados os meninos; um efeito principal e uma interação da idade, sexo e AG na maioria das variáveis omáticas e de AptF. O índice de massa corporal (IMC) nos meninos e coeficiente de atividade física total (CAFT) nas meninas revelaram-se covariáveis significativas na maioria dos testes. Conclusões: 1) os alores médios de altura e peso dos sujeitos da AR de ambos os sexos se situam abaixo do percentil 25 P25) da distribuição percentílica de referência do CDC/NCHS/WHO (2000); 2) é notório um dimorfismo sexual a aptidão física a favor dos meninos e das idades mais avançadas à exceção da prova de lexibilidades em que as meninas salientam melhores resultados; 3) é nítido o efeito da AG, com clara antagem dos sujeitos da AU na maioria das provas; 4) os valores da mediana da aptidão física dos meninos e eninas de Calanga são mais elevados do que os das referências americana e belga nas provas da milha e de flexibilidade, respectivamente; sendo favoravelmente comparáveis aos valores de referência elga na maioria das demais provas.

Endereço: http://www.revistasusp.sibi.usp.br/pdf/rbefe/v21n4/v21n4a3.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2017 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.