Efeitos de Intensidades de Exercícios Aeróbicos e de Resistência de 24 Horas da Pressão Arterial em Mulheres Normotensas

Por: Aparecido Pimentel Fereira, Bruno Rafael Martins Campos, Ciro José Brito, édis Rodrigues Junior e Guilherme Morais Puga.

Motriz - v.19 - n.4 - 2013

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo determinar o efeito da intensidade de exercícios aeróbicos e de resistência na resposta BP 24h em mulheres normotensas . Vinte e quatro mulheres ( com idades entre 33 ± 9 anos) realizaram cinco sessões experimentais em ordem aleatória : CON - nenhum exercício ; AE50 - 50% da frequência cardíaca de reserva (FCR ); AE70 - 70 % do HRR ; RE40 - 40% do máximo 1repetition ( RM ) e RE70 - 70% de 1RM . Sistólica e diastólica e medidas de FC foram medidos durante 24 horas pós-exercício no local de trabalho do participante. O AE50 , AE70 e sessões RE40 levou às maiores e mais duradouros efeitos sobre o PAS, que persistiu por até 24h . Para o DBP , as sessões experimentais levaram a resultados semelhantes ; exercício hipotensão pós foi observada até 7h pós-exercício , com exceção da sessão AE70 , que produziu efeitos que persistiram por 24h . Os resultados mostram que o exercício aeróbico e de resistência realizada durante a manhã pode diminuir a PA média acima da linha de base com duração de 24 horas, durante um trabalho diário normal. O exercício aeróbico realizado em torno de 50% do HRR pode regular melhor tanto a pressão sistólica e diastólica na população estudada.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/5880

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.