Efeitos do Treinamento de Corrida em Diferentes Intensidades Sobre a Capacidade Aeróbia e Produção de Lactato Pelo Músculo de Ratos Wistar

Por: Carla Ribeiro, Claudio Alexandre Gobatto, Clécia Soares de Alencar Mota, , Fúlvia de Barros Manchado-gobatto, Maria Alice Rostom de Mello e Michel Barbosa de Araújo.

Revista Brasileira de Medicina do Esporte - v.15 - n.5 - 2009

Send to Kindle


Resumo

São raros os estudos que associam indicadores de capacidade aeróbia e os substratos produzidos pelo metabolismo muscular em ratos. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi verificar o efeito do treinamento de corrida em duas diferentes intensidades sobre a capacidade aeróbia e a produção de lactato pelo músculo sóleo isolado de ratos. Ratos Wistar (90 dias) tiveram a transição metabólica aeróbio-anaeróbia determinada pelo teste de máxima fase estável de lactato (MFEL). Em seguida, os ratos foram treinados 40 minutos/dia, cinco dias/semana, na velocidade equivalente à MFEL (TT) ou 5% superior a essa (TS), por oito semanas. Como controles foram usados ratos mantidos sedentários (S). Ao final, todos os animais foram sacrificados para análise da produção de lactato pelo músculo sóleo isolado. No inicio do experimento, a maior parte dos animais obteve a MFEL na velocidade de 25m/min à concentração de 4,38 ± 0,22mmol/L sanguínea de lactato. Ao final do experimento, a maior parte dos ratos treinados na TT apresentou MFEL na velocidade de 25m/min, à concentração sanguínea de lactato 3,10 ± 0,27mmol/L. A maioria dos treinados TS teve MFEL na velocidade de 25m/min à concentração sanguínea de lactado de 3,36 ± 0,62mmol/L. Os sedentários mostraram a MFEL na velocidade de 20m/min à concentração sanguínea de lactato de 4,83 ± 0,67mmol/L. A produção de lactato (μmol/g.h) pelo músculo sóleo isolado foi menor no grupo TS (3,83 ± 0,62) do que nos demais (S 4,31 ± 0,58 e TT 4,71 ± 0,39). A partir dos resultados obtidos no presente estudo, pode-se concluir que o treinamento aeróbio evitou a deterioração do condicionamento aeróbio imposta pelo avanço da idade e que o treinamento físico na intensidade superior à MFEL reduziu a produção muscular de lactato.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922009000600009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.