Efeitos do Treinamento Físico Por Natação Sobre o Sistema Cardiovascular e Marcadores Moleculares de Hipertrofia Cardíaca em Ratas Wistar

Por: Nara Yumi Hashimoto.

2007 20/09/2007

Send to Kindle


Resumo

O treinamento por natação leva a uma sobrecarga de volume no coração, que induz a hipertrofia cardíaca (HC) excêntrica, com aumento da massa e do diâmetro cardíaco. Neste trabalho foram investigadas as adaptações no sistema cardiovascular e na expressão de genes relacionados à HC patológica, na gênese da HC por treinamento de natação. 42 ratas wistar foram divididas em grupos: sedentário controle (SC) treinado protocolo 1 (P1) e treinado protocolo 2 (P2). O treinamento de P1 foi de 1x60min/dia, 5x/semana, por 10 semanas. O de P2 foi igual ao P1 até a 8ª semana. Na 9ª semana 2x/dia e na 10ª semana 3x/dia. Os grupos treinados, em relação ao SC, apresentaram bradicardia de repouso, melhora no desempenho físico do teste máximo e do consumo máximo de oxigênio e HC, sem alterar a pressão arterial média e a expressão dos genes do fator natriurético atrial e da alfa actina esquelética. O grupo P2 apresentou aumento no diâmetro cardíaco e redução da expressão do gene da beta miosina de cadeia pesada. Este último resultado é contrário à literatura para a HC patológica, que mostra o aumento não só da expressão deste gene como a dos outros genes estudados. Os resultados de HC de P2 assemelham-se aos encontrados em estudos recentes com atletas de modalidades de maior componente aeróbio, sendo este um bom modelo para investigação dos mecanismos envolvidos na HC destes atletas

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39132/tde-12122007-135154/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.