Efeitos do Treinamento de Força Específico no Desempenho de Nadadores Velocistas Treinados com Parachute

Por: Andrey Jorge Serra, Danilo Sales Bocalini, Roberta Luksevicius Rica e Rodrigo do Nascimento Trivino.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.32 - n.1 - 2010

Send to Kindle


Resumo

OBJETIVO: verificar os efeitos do treinamento de força específico no desempenho de nadadores velocistas. METODOLOGIA: dois grupos de nadadores randomizados em treinados sem (TSP, n: 8) e com parachute (TCP, n: 12) foram submetidos a treinamento de 12 semanas (6 x semana; 1 sessão de 2 h/dia), sendo avaliados a força muscular (FMMI); a força específica (FE) e o tempo de sustentação de força (TSF); o número de braçadas em 50m (NB 50m); o tempo e a velocidade de nado em 15 (V 15m) e 50m (V 50m), antes e após o protocolo. RESULTADOS: após o programa de treinamento, não ocorreram modificações na FMMI e V 15m para ambos os grupos. Nas demais variáveis houve melhora significante (p < 0,05) no grupo TCP: FMMS (> 18%); FE (> 30%); TSF (> 35%); NB 50m (< 23%); V50 m (> 16%). O grupo TSP apresentou melhora no TSF (> 9%). CONCLUSÃO: o emprego do parachute foi eficiente em melhorar os parâmetros de força e no desempenho no teste de 50m

Endereço: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/657

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.