Efeitos do Treino Concorrente e Suplementação com Taurina Sobre Composição Corporal e Perfil Lipídico em Mulheres Pós Menopausa

Por: Camila Buonani da Silva.

62 páginas. 2013 18/10/2013

Send to Kindle


Resumo

A menopausa é responsável por importantes alterações no organismo, que podem levar a reduções importantes da massa magra e ao desenvolvimento da obesidade, principalmente a central, e, consequente mente, ao surgimento da dislipidemia. A associação do treinamento concorrente (treino aeróbio e resistido) e da suplementação de taurina pode ser uma estratégia para minimizar os efeitos da menopausa na composição corporal e perfil lipídico. Objetivo: Verificar o efeito do treinamento concorrente e da suplementação com taurina na composição corporal e perfil lipídico de mulheres pós menopausa. Metodologia: A amostra foi formada por 43 mulheres com idade entre 50 e 77 anos, todas pós menopausa, residentes na cidade de Presidente Prudente–SP. Foirealizada a avaliação da composição corporal total e segmentar pelo DEXA, e análises do perfil bioquímico: colesterol total e as frações de colesterol de lipoproteína de densidade baixa (LDL-c) e da fração de colesterol de lipoproteína de densidade alta (HDL-c), triglicérides e glicemia em jejum. O período de intervenção teve duração de 16 semanas. A amostra foi distribuída em quatro grupos: Controle (N=13), Taurina (N = 8), Taurina + Treino (N=13) e Placebo + Treino (N=9). Os grupos que foram suplementados com taurina receberam cápsulas a partir das quais consumiram 1,5 gramas/dia dessa substância. O treinamento concorrente aconteceu três vezes por semana, em dias não consecutivos, com duração de 80 minutos (50 minutos treino resistido seguindo de 30 minutos de aeróbio). Os procedimentos estatísticos utilizados foram: One-way Anova, seguida do Post Hoc de Tukey e análise de covariância (Ancova), com Post Hoc de Bonferroni. Todas as análises estatísticas foram realizadas utilizando o programa SPSS, versão 17.0 (SPSS Inc, Chicago, IL) e a significância estatística estabelecida em 5%. Resultados:Os grupos Taurina + Treino e Placebo + Treino apresentaram menores valores de percentual de gordura total e percentual de gordura no tronco, além de maiores valores de massa magra, após a intervenção. Em rela ção ao perfil lipídico, o grupo Taurina + Treino apresentou menores valores do colesterol total e LDL-c e o grupo Placebo + Treino apresentou maiores valores do HDL-c e menores valores do LDL-c. Conclusão: O treinamento concorrente influencia na composição corporal e perfil lipídico,independente da suplementação com taurina, enquanto a associação do treinamento com a taurina promove também redução nos níveis de colesterol total.  

Endereço: http://base.repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/108762/000767795.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.