Efeitos de Um Programa de Caminhada Sobre Autonomia Funcional em Idosos Hipertensos

Por: Rubens César Lucena da Cunha.

71 páginas. 2010

Send to Kindle


Resumo

O exercício físico tem como objetivo a manutenção ou recuperação da saúde, socialização e lazer, tornando-se de extrema importância na qualidade de vida da ,população. O objetivo deste estudo foi analisar os efeitos de um programa de condicionamento aeróbico sobre a autonomia funcional e a pressão arterial de idosas hipertensas. Métodos: O estudo enquadra-se como pesquisa aplicada, longitudinal, quase-experimental, probabilística. A amostra foi constituída por 98 idosas e divididas de forma aleatória em dois grupos, um composto por 58 idosas (Grupo Experimental – GE) e outro por 40 idosas (Grupo Controle – GC), submetidas a um programa de caminhada com frequência semanal de 3 vezes e ,intensidade que variava entre 55% e 75% da FCM. O plano analítico utilizou estatística descritiva (média, desvio-padrão, valores máximo, mínimo e percentil) e inferencial, através do coeficiente de correlação de Pearson, teste t para amostras ,pareadas e independentes, probabilidade binominal exata e teste de Qui-Quadrado, com significância de 5%. Resultados: As idosas do GE foram submetidas à avaliação antes e após intervenção (GE-Pré e GE-Pós), possuindo média de idade 67,7 ± 6,0 anos e o GC com média idade de 70,4 ± 6,0 anos. O GE-Pós apresentou média de níveis pressóricos de PAS = 129 mmhg e PAD = 80mmhg. A autonomia funcional recebeu classificação regular com escore 27,8 ± 4,8 segundos. Conclui-se que o programa apresentado às idosas foi determinante na melhoria dos níveis pressóricos e autonomia funcional.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2618&listaDetalhes%5B%5D=2618&processar=Processar

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.