Efeitos de Um Programa de Exercícios Funcionais na Pressão de Períneo e na Qualidade de Vida de Mulheres com Incontinência Urinária

Por: Janaína Menezes Silva.

2013 15/03/2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi investigar os efeitos de um programa de exercícios funcionais na qualidade de vida e na pressão do períneo de mulheres idosas com incontinência urinária. A amostra foi composta de 20 mulheres, de idade entre 60 e 85 anos de idade, com incontinência urinária, agrupadas em: grupo I com 10 mulheres que participaram de um programa de exercícios funcionais (GPEF) e grupo II com 10 mulheres que não realizaram exercícios físicos (grupo controle - GC). As voluntárias foram submetidas a avaliações da qualidade de vida por meio do questionário SF-36, antropométrica com medidas de massa corporal, estatura e circunferência da cintura, da pressão muscular de períneo por perinêometro, antes e após 16 semanas. As voluntárias do grupo controle não realizaram exercícios físicos, e as voluntárias do grupo experimental participaram de um programa de exercícios funcionais com duração de 16 semanas, com o uso de bolas e bastões. Inicialmente, não houve diferença entre os grupos nas avaliações. Na avaliação antropométrica não ocorreram diferenças significantes antes e após as 16 semanas nos dois grupos. No GC não houve alteração na pressão de períneo, no GPEF houve aumento da pressão de períneo. Na qualidade de vida, houve redução no domínio estado geral da saúde no GC, não havendo diferenças significantes nos demais domínios; já no GPEF não ocorreram alterações significantes nos oito domínios. Concluiu-se, portanto, que o programa de exercícios funcionais proporcionou importante benefício de aumento da pressão de períneo nas mulheres com incontinência urinária, não afetando as medidas antropométricas e a qualidade de vida

Endereço: https://www.unimep.br/phpg/bibdig/aluno/visualiza.php?cod=1098

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.