Eficácia do Processamento Mental em Jogadores de Voleibol com Níveis Metacognitivos Diferenciados

Por: Anderson Pontes Morales.

Revista da Educação Física - UEM - v.20 - n.1 - 2009

Send to Kindle


Resumo

O objetivo dessa pesquisa foi verificar a possível relação da velocidade de processamento mental com diferentes níveis metacognitivos, em atletas masculinos de voleibol. Para tanto, utilizou-se n=15 atletas da Fundação Municipal de Esportes, em Campos dos Goytacazes (RJ), com idade entre 18 e 20 anos, divididos em três grupos, de acordo com a capacidade individual de metacognição. Os cinco escores superiores caracterizaram o Grupo Nível Superior de Metacognição (GNSM), os cinco escores médios representaram o Grupo Nível Médio de Metacognição (GNMM) e os cinco escores inferiores corresponderam ao Grupo Nível Inferior de Metacognição (GNIM). Os dados foram analisados no pacote estatístico ANOVA (Oneway). Encontrou-se diferença significativa no Tempo de Reação Discriminação (TRD). No post hoc de Tukey verificou-se diferença na comparação entre os grupos GNSM-GNIM (p= 0,02). Concluiu-se que os atletas com alto nível metacognitivo foram mais rápidos na comparação entre grupos.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/6053/4017

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.