El Cuerpo Preso de La Vida Saludable: La Construcción de Una ética Médico-deportiva de Sujeción

Por: Miguel Vicente Pedraz.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.27 - n.3 - 2006

Send to Kindle


Resumo

As definições de saúde elaboradas no espaço do saber-poder da medicina burguesa refletem a tensão sociopolítica que os diferentes grupos sociais mantêm entre si na luta pela hegemonia social. A desigualdade de recursos simbólicos na referida luta oferece como resultado a imposição das formas de relação com o corpo praticadas pela classe dominante, as quais são legitimadas e assimiladas, protegidas pelo discurso técnico. Como aliada do estilo de vida que desenvolve, a prática esportiva ou quase esportiva mostra-se como um ingrediente de primeira grandeza na definição da “ordem” política e social que, em contrapartida, coincide com as exigências capitalistas do binômio produção-consumo.

Endereço: http://www.rbceonline.org.br/revista/index.php/RBCE/article/view/72

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.