Elas Merecem Ser Lembradas: Feminismo, Emoções e Memória em Rede

Por: Tatiane Leal.

Intercom - Revista Brasileira de Ciências da Comunicação - v.40 - n.2 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Neste artigo, discuto as interseções entre feminismo, memória e emoções no ambiente virtual da Internet. A metodologia consiste na análise das páginas dos projetos Aurélia e Let’s Celebrate Women, que se dedicam a construir uma memória coletiva feminina online, reunindo histórias de
mulheres inspiradoras, do passado e do presente. O objetivo é  problematizar os usos da memória pelos movimentos sociais, em suas constituições identitárias e em suas lutas por reconhecimento, identificando os imbricamentos presentes entre os feminismos  contemporâneos e a Internet. A partir de uma discussão do conceito de memória, investigo, ainda, as relações entre essas iniciativas e o crescimento de uma cultura do lembrar na contemporaneidade. Na relação entre as práticas de rememoração e as emoções, o direito à memória se estabelece como uma reivindicação  primordial das mulheres em suas novas formas de militância.Referências AURÉLIA. Facebook, 2015a. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2016. AURÉLIA. Tumblr, 2015b. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2016. BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito da história. In: BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas: magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 2011. CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2013. E-book. COLOMBO, Fausto. Arquivos imperfeitos: memória social e cultura eletrônica. São Paulo: Perspectiva, 1991. FACINA, Adriana; SOIHET, Rachel. Gênero e memória: algumas reflexões. Gênero. Niterói, v.5, n.1, p.9-19, 2004. GIDDENS, Anthony. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Zahar, 2002. GRANDO, Nina. Let’s celebrate women! Ovelha, 02 jul. 2015. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2017. HALBWACHS, Maurice. Les cadres sociaux de la mémoire. Paris: Mouton, 1925. _______. A memória coletiva. São Paulo: Vértice, 1990. HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2005. LET’S celebrate women. Facebook, 2015a. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2016. ______. Tumblr, 2015b. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2016. LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Loyola, 2015. LOPES, Gustavo G. da M. C.; PERUYERA, Matias S. A Plataforma Tumblr Como Uma Nova Ferramenta Para o Gatewatcher. In: IV SIMPÓSIO NACIONAL ABCIBER. Rio de Janeiro, 2010. Anais… MCROBBIE, Angela. Pós-feminismo e cultura popular: Bridget Jones e o novo regime de gênero. Cartografias Estudos Culturais e Comunicação, Porto Alegre, 2006. Disponível em: . Acesso em: 05 jul. 2016. NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, v.10, dez. 1993. PERROT, Michele. Mulheres públicas. São Paulo: Unesp, 1998 _____. Os excluídos da história: operários, mulheres, prisioneiros. São Paulo: Paz e Terra, 2010. TATIANE LEAL Intercom - RBCC São Paulo, v.40, n.2, p.169-185, maio/ago. 2017 185 POLIVANOV, Beatriz; SANTOS, Deborah. Términos de relacionamento e Facebook: desafios da pesquisa etnográfica em sites de redes sociais. In: CAMPANELLA, Bruno; BARROS, Carla (Orgs.). Etnografia e consumo midiático: novas tendências e desafios metodológicos. Rio de Janeiro: E-papers, 2016, p.179-198. POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.5, n.10, p.200-212, 1992. RAGO, Margareth. Adeus ao feminismo? Feminismo e pós-modernidade no Brasil. Cadernos do arquivo Edgar Leuenroth, Campinas, n.3/4, p.11-43, 1995/1996. RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009. RIBEIRO, Ana Paula Goulart. A memória e o mundo contemporâneo. In: RIBEIRO, Ana P. G.; FREIRE FILHO, João; HERSCHMANN, Micael (Orgs.). Entretenimento, felicidade e memória: forças moventes do contemporâneo. Rio de Janeiro: Anadarco, 2013, p.65-84. Tatiane Leal Professora Substituta do curso de Graduação em Comunicação Social da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-UFRJ). Doutoranda e mestra em Comunicação e Cultura e graduada em Comunicação Social – Jornalismo pela UFRJ. Bolsista CNPq. Vice-coordenadora do Núcleo de Estudos de Mídia, Emoções e Sociabilidade (NEMES) e da divisão temática IJ Interfaces Comunicacionais no Intercom Júnior, evento componente do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. E-mail: tatianeclc@gmail.com.

Endereço: http://www.portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2701

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.