Elegantes Silhuetas Femininas e Harmoniosas Formas Varonis: Primeiras Aproximações Históricas Sobre Mulheres e Cultura Física em Montevidéu

Por: Alberto Noel Mallada Messeguer e Evelise Amgarten Quitzau.

Movimento - v.26 - 2020

Send to Kindle


Resumo

O Uruguai do início do século XX passava por grandes transformações sociais, mostrando-se como um país bastante aberto para reformas modernizadoras, em um processo de crescente urbanização, secularização e nacionalização, especialmente na área de Montevidéu. Nesse cenário, uma série de políticas e intervenções tinham sua centralidade nos corpos da população e consideravam os exercícios físicos como um elemento importante para seu fortalecimento e para a manutenção de sua saúde. O objetivo deste artigo é fazer uma primeira aproximação ao tema das relações entre mulheres e cultura física no Uruguai, indagando sobre quais práticas lhes eram prescritas e/ou proibidas no início do século XX. A partir da análise de revistas mundanas e esportivas publicadas na área de Montevidéu, pode-se perceber a construção de um ideal de mulher branca, saudável, jovem, heterossexual a partir de práticas principalmente como o tênis e a natação.

Endereço: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/90527

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.