Em Campo: Organização, Drama e Performance no Futebol Profissional Brasileiro

Por: Victor Garcia Miranda.

2011 28/02/2011

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho visa proceder a uma interpretação de como se faz o futebolprofissional em uma organização clubística, especificamente no Atlético Clube Paranavaí. Procura-se por meio deste trabalho interpretar etnograficamente o futebol do ACP ao longo do campeonato paranaense de futebol profissional de 2010, como produto estético em meio a um sistema cultural estabelecido pela ação dos sujeitos sociais no bojo da organização do clube e articulado ao discurso social comum a eles. Em outras palavras, busca-se saber como o futebol do ACP foi expresso esteticamente ao longo do campeonato e compreender como se deram as relações organizacionais entre os jogadores, a comissão técnica, diretores, torcedores e outros atores sociais que compuseram o clube - em suas desiguais condições de participação ante a construção daquele produto cultural - durante o período da citada competição. Para o dito intento, apropriou-se de três distintos - embora não antagônicos - referenciais teórico-metodológicos: performance e Drama Social (especialmente tratado por Richard Schechner, Victor Turner e outros antropólogos), Micro-história (balizado por Giovanni Levi) e descrição densa (sob a menção de Clifford Geertz e sua antropologia dos significados culturais). Tomam-se como objetivos de pesquisa desta dissertação: a) proceder a um estudo referente ao Atlético Clube Paranavaí com o intuito de se interpretar como foi produzido o futebol no clube, sobretudo por meio de seus aspectos estéticos e das relações sociais estabelecidas na citada organização; b)conhecer os aspectos organizacionais do clube desde os seus elementos estruturais, os seus sujeitos sociais e as suas relações com o poder público municipal de Paranavaí; c) construir uma narrativa atinente à realidade dos acontecimentos no clube e ao processo de disputa pelo mesmo do campeonato paranaense de futebol de 2010; d) analisar o processo de produção do futebol pelo clube, no que diz respeito aos diferentes atores da organização e, principalmente, aos sujeitos responsáveis diretamente pelos atos de jogar futebol: os atletas acepeanos.

Endereço: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000188770

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.