Emoção e Movimento, nas Representações Sociais e na Mídia

Por: Sebastião Josué Votre.

Motriz - v.9 - n.2 - 2003

Send to Kindle


Resumo

Neste texto, procura-se apresentar um caminhar da emoção entre as trilhas delineadas pelas representações sociais, e pelos depoimentos da mídia. As representações sociais são construídas na interação das sociolinguagens entre os membros das torcidas (organizadas ou não). Para a mídia, tomamos como referência manifestações da emoção relacionadas a jogos da primeira fase do campeonato carioca. A perspectiva de análise é semiótica, com foco no significado das reportagens sobre ações simbólicas e atos gestuais e verbais dos protagonistas do esporte. Procura-se demonstrar que os gestos e as práticas linguageiras da mídia oscilam entre solidariedade e luta, e alteram o estado dos comportamentos dos jogadores e dos membros do corpo técnico, bem como contribuem para criar e destituir ídolos. Oferecem-se subsídios para a compreensão das relações entre imaginários/representações e práticas, no campo esportivo. Argumenta-se que uma abordagem semiótica, com foco nas ações linguageiras e na análise dos hinos e gritos de “guerra”, permitirá uma nova compreensão da importância dos rituais de apoio e escárnio e contribuirá para entendermos o papel ostensivo de símbolos (bandeiras, camisas, camisetas, bonés, gorros, fitas, etc.) na definição e consolidação da identidade esportiva e da coesão emocional de torcedores e atletas. Palavras-chave: Emoção, representações sociais, mídia, práticas sociais.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/issue/view/V.%209%2C%20N.%202%20%282003%29

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.