Emoções, Stress, Ansiedade e Coping: Estudo Qualitativo com Treinadores de Nível Internacional.

Por: António Manuel Fonseca, Cláudia Dias e José Fernando A. Cruz.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.24 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Resumo

A influência dos fatores e processos psicológicos no desempenho desportivo dos atletas está, de uma forma geral, amplamente demonstrada; todavia, poucas investigações procuraram estudar esta relação nos treinadores. Neste sentido, empregando uma entrevista semi-estruturada, a presente investigação procurou, junto de seis treinadores de elite com idades compreendidas entre os 55 e os 63 anos (M = 59 ± 3,03) de diversas modalidades, identificar as características/competências psicológicas mais importantes para o sucesso desportivo, as principais fontes de "stress" e ansiedade experienciadas e as estratégias de "coping" a que recorriam em situações estressantes e/ou problemáticas, adicionalmente, pretendeu explorar o papel de outras emoções no seu desempenho. Os resultados revelaram que: 1) a motivação era uma das competências/características psicológicas percepcionadas pelos treinadores como mais importantes para o sucesso; 2) as principais fontes de "stress" estavam relacionadas com preocupações com o desempenho dos atletas, sendo comuns a diferentes modalidades; 3) os treinadores recorriam a diversas estratégias de "coping" em simultâneo, geralmente adaptativas; e 4) para além da ansiedade, outras emoções, positivas e negativas, pareciam influenciar o desempenho dos treinadores.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1807-55092010000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.