Empoderamento, Mulheres e Práticas Corporais: Uma Revisão Sistemática da Literatura

Por: Anyelle Brito Leite Santos, Camila Batista Gama Moura, , Roberta de Sousa Mélo e Tassia de Souza Cavalcanti.

Licere - v.21 - n.3 - 2018

Send to Kindle


Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a produção acadêmica sobre o empoderamento de mulheres em práticas corporais. Foi realizada uma revisão sistemática nas bases: Scielo, Web of Science, Lilacs, Pubmed, Medline e Scopus. O arco temporal foi de 2005 a 2015, nos idiomas português e inglês. Foram selecionados 14 artigos. Os resultados apontam a carência de estudos e a preferência pelo método qualitativo. Foi realizada a análise de conteúdo, que permitiu elencar três categorias: O empoderamento como luta, O empoderamento como negação e; o empoderamento como conformação. Concluímos a falta de um consenso “mínimo” em torno dos entendimentos construídos no debate. É necessária a realização de mais pesquisas sobre as questões de gênero vivenciadas nos contextos esportivos e de lazer.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/11994

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.