Ensino de Ciências Por Meio da Recreação na Educação Infantil

Por: Dário Vinícius Ceccon Lanes.

79 páginas. 2011 27/05/2011

Send to Kindle


Resumo

Vivemos em uma sociedade impactada pela ciência e pela tecnologia, onde todo cidadão necessita de uma cultura científico-tecnológica para entender, integrar-se e atuar no mundo que o rodeia. Da mesma forma, mostrar que a Ciência e uma elaboração humana para uma compreensão do mundo, desde muito cedo, é uma meta para o ensino na escola. Assim, evidencia-se a necessidade de formar gerações reflexivas, que tenham capacidade crítica para analisar informações e tomar decisões responsáveis no âmbito das suas participações sociais. Considerando os aspectos expostos, este trabalho se propôs a utilizar e avaliar a eficácia da recreação como ferramenta metodológica para o Ensino de Ciências na Educação Infantil, acerca dos temas esquema corporal, hábitos alimentares saudáveis, gênero e sexualidade. Esta pesquisa foi realizada em 3 escolas particulares de Educação Infantil na cidade de Uruguaiana/RS, com 43 crianças, com idades entre 3 e 5 anos, durante 3 trimestres. As intervenções de Educação Físicaforam através de atividades recreativas, de integração e jogos cooperativos, com a utilização de músicas, brinquedos construídos com materiais alternativos, desenhos, figuras e alimentos em diversas apresentações. Constatou-se nos resultados obtidos referentes ao esquema corporal que as crianças do grupo intervenção apresentaram melhor desempenho no pós-teste em relação ao grupo controle, nas seguintes categorias: Face completa, Tronco, Membros Superiores e Membros Inferiores. Nos hábitos alimentares saudáveis, podemos constatar em relação ao pré-teste, que as crianças não possuíam noções de hábitos alimentares saudáveis, pois citaram na grande maioria como exemplo o grupo dos açúcares. Após as intervenções recreativas das aulas de educação física, o grupo controle permaneceu com as mesmas concepções de alimentação saudável e o grupo intervenção aumentou a incidência dos alimentos considerados saudáveis e reduzindo a dos que não são recomendados para uma alimentação adequada. No que se refere ao tema sexualidade, constatou-se que no grupo intervenção houve aumento significativo de conhecimentos, referente às categorias: figura feminina, pintou com cores diferentes, cabelos curtos e cor da roupa da menina (rosa, laranja, vermelho, roxo). Esses dados indicam melhor compreensão por parte das crianças em relação ao gênero. Dessa forma, o uso da recreação facilitou a compreensão para as questões de gênero e sexualidade, pois no universo das brincadeiras infantis são manifestadas as maneiras como a criança lida com os corpos, o próprio e o dos outros, sempre por formas lúdicas que acabam por inventar e também reproduzir a sexualidade a partir de uma visão de mundo marcado por gênero. Logo, a utilização da recreação para o ensino infantil contribuiu para o desenvolvimento dessas crianças, pois a atividade recreativa, além de ser muito prazerosa, a criança assume um papel determinado e atua de acordo com ele, sendo esses elementos importantes para o aprendizado da mesma.

Endereço: http://cascavel.cpd.ufsm.br/tede/tde

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.