Entre o Mito e a História: Gênese e Desenvolvimento das Manifestações Atléticas na Grécia Antiga

Por: Raoni Perrucci Toledo Machado.

2010 18/08/2010

Send to Kindle


Resumo

Mesmo que seja impossível determinar as origens das práticas atléticas na Grécia antiga, podemos dizer que elas existiam e faziam parte do cotidiano daquele povo naquela época, como nos demonstram as obras de Homero. Por isso, os sacerdotes daqueles antigos rituais decidiram realizar uma competição atlética para determinar quem seria incumbido de concluir o cerimonial. Eles acreditavam que nada de importante acontecia sem a interferência dos deuses, portanto, os vencedores de cada competição venciam, porque assim estava determinado pelo seu destino, tornando-os heróis, e consequentemente, escolhido dos deuses. Por isso, as origens dos principais rituais eram atribuídas aos heróis mitológicos, cuja estrutura cosmogônica de Hesíodo os coloca a um nível superior de existência. Então, além de buscar a re-atualização do gesto sagrado realizado na origem, procurando dar continuidade ao mundo tal como eles o conheciam, os cerimoniais ao mesmo tempo re-atualizavam a ação dos heróis em um momento mítico, que se confundia com a realidade. Dessa maneira, os Jogos foram a materialização desta estrutura mitológica, tendo nos heróis a consolidação desta imagem, ao mesmo tempo em que proporcionava o caráter de humanidade que lhe rendeu toda sua grandiosidade

Endereço: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39133/tde-16082010-111339/pt-br.php

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.