Epilepsia e Atividade Física: Estudos em Humanos e Animais

Por: Rodrigo Luiz Vancini.

Motriz - v.14 - n.2 - 2008

Send to Kindle


Resumo

A epilepsia é considerada o distúrbio neurológico crônico mais prevalente no mundo, influenciando negativamente a qualidade de vida de indivíduos com epilepsia. Apesar do efeito favorável do exercício físico sobre a saúde ser inquestionável, a realização de um programa de exercício físico por pessoas com epilepsia ainda é um assunto controverso. Estudos têm mostrado efeitos benéficos do exercício físico na freqüência de crises assim como na qualidade de vida. Entretanto, indivíduos com epilepsia são freqüentemente desencorajados e excluídos da participação em programas de exercício físico pelo medo que tal participação possa precipitar crises epilépticas. Sendo assim, o objetivo desse estudo foi revisar o efeito do exercício físico baseado em dados de estudos clínicos e experimentais de epilepsia.

Endereço: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/motriz/article/view/1213/1734

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.