Epistemologia Genética e Educação Física: Algumas Implicações Pedagógicas.

Por: Glycia Melo de Oliveira e Iraquitan de Oliveira Caminha.

Psicologia Escolar e Educacional - v.18 - n.1 - 2014

Send to Kindle


Resumo

Este estudo tem por objetivo traçar algumas contribuições da epistemologia genética de Piaget à Educação Física Escolar. Busca-se sinalizar alguns elementos que contribuam para a reflexão sobre a ação pedagógica do professor de Educação Física, considerando-a como área de conhecimento pertinente ao desenvolvimento motor, cognitivo, afetivo e social dos sujeitos. Lança-se um olhar reflexivo à Educação Física, que é compreendida como prática de experiência corporal e como uma experiência de pensamento lógico que envolve a formação e transformação das estruturas da ação e do pensamento. Pergunta-se quais as contribuições da epistemologia genética de Piaget para a ação pedagógica do professor de Educação Física. O estudo mostra que a epistemologia genética de Piaget pode ser compreendida pelos professores de Educação Física não apenas como uma teoria do conhecimento, mas também como uma perspectiva pedagógica capaz de direcionar ações de ensino-aprendizagem que valorizem as ações motoras com expressão de sentir e pensar. Desse modo, torna-se possível correlacionar o desenvolvimento motor e o desenvolvimento cognitivo, considerando o movimento humano dotado de sentidos e significados e de expressão cognitiva e social.

Endereço: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-85572014000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.