Equilíbrio Competitivo no Futebol: Um Estudo Comparativo Entre Brasil e as Principais Ligas Europeias (2003-2015)

Por: César Cavinato Cal Abad, Cristiano Diniz da Silva, Guilherme Oliveira Ianino Fortes, Pedro Assunção Peito Macedo e Wesley William Gonçalves Nascimento.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo comparou o equilíbrio competitivo (EC) do futebol brasileiro com os da Alemanha, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Portugal), na primeira divisão, entre o período de 2003 a 2015. Além disso, verificou-se a linha de tendência do período e o efeito global. O EC foi medido através da concentração de pontos pelos quatro primeiros colocados na tabela final de classificação (C4 Index of Competitive Balance; C4ICB). Valores descritivos mostraram competições não totalmente equilibradas (i.e., C4ICB>100). C4ICB do campeonato brasileiro (Md=133) foi menor em comparação aos da Alemanha, Espanha, Itália, Inglaterra e Portugal (Md=144, 152, 144, 148 e 155, respectivamente; p<0.05), sem diferenças para a França (Md=139; p>0.05). As linhas de tendência de EC’s de Espanha, Portugal e de efeito global foram significativas e demonstraram declínio no período (p<0.05). Para Brasil e Itália houve comportamento com perfil mais estável, observando tendências a modelos significativos para os incrementos nos campeonatos da Alemanha e França e redução de EC no campeonato da Inglaterra. Conclui-se que o campeonato brasileiro foi o torneio mais equilibrado neste período. De forma global, houve uma crescente desigualdade de equilibrio nessas competições o que pode comprometer o sucesso e atratividade no futuro.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/36565

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.