Escala de Mobilidade Ativa no Ambiente Comunitário (news – Versão Brasileira): Validade e Fidedignidade

Por: Leticia de Matos Malavasi.

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano - v.8 - n.3 - 2006

Send to Kindle


Resumo

A busca das razões para a falta de aderência à prática de atividades físicas instiga vários pesquisadores a procurarem respostas para esta situação. Dentre estas pesquisas, investigam-se “como” ou “o quê” motiva as pessoas a fazerem ou não qualquer tipo de atividade física. As condições ambientais apresentam importância relativa na obtenção de um estilo de vida mais saudável. No Brasil, a quantidade de escalas validadas sobre barreiras ambientais para a atividade física em comunidades, é um pouco restrita. A importância da validação e a adaptação cultural desses instrumentos não estão apenas na possibilidade da comparação com estudos de outros países, mas principalmente para auxiliar no planejamento de políticas públicas que facilitem a aderência à prática de atividades físicas. Sendo assim, o presente estudo buscou analisar a validade e a fidedignidade da versão para a língua portuguesa do Neighborhood Environmental Walkability Scale (NEWS - versão brasileira). Os procedimentos metodológicos foram estruturados em três etapas. A primeira etapa constitui-se da tradução e retradução do NEWS (Neighborhood Environmental Walkability Scale). Na segunda parte, realizou-se a reprodutibilidade do questionário. A terceira etapa, juntamente com uma comissão de especialistas, perfez-se da validade de construto do NEWS por meio da aplicação em bairros de maior e menor mobilidade da cidade de Florianópolis-SC. A amostra desta pesquisa dividiu-se em duas partes, sendo 75 pessoas para a etapa da reprodutibilidade do questionário; e para a validação do questionário 200 moradores de quatro bairros da cidade de Florianópolis (SC) (indicados pelos especialistas). Os indivíduos responderam a questões sobre os bairros referentes a: tipo de residências, proximidade de lojas e comércio em geral, percepção do acesso a estes locais, características das ruas, facilidades para caminhar e andar de bicicleta e segurança em relação ao tráfego e criminalidade. A análise estatística foi realizada no programa SPSS versão 11.0, a correlação intraclasse e fidedignidade para as dimensões e o teste de correlação de Spearman e correlação intraclasse para os indicadores de cada dimensão deste instrumento. Nos resultados encontrados a tradução e retradução do NEWS foram consideradas boas; o valor á do questionário foi de 0,804; dimensões avaliadas do questionário apresentaram índices que foram considerados de forte correlação (R = 0,98-1,00) e de boa fidedignidade (á = 0,655 a 0,904 ); os indicadores obtiveram índices moderados a fortes de reprodutibilidade (rs= 0,55-0,99) e forte correlação (R= 0,98-1,00). O nível de significância adotado foi de p<0,05. Os Bairros Centro e Estreito foram considerados os de maior mobilidade, quando comparados com os Bairros João Paulo e Saco Grande. Não houve diferenças entre os bairros apenas nos índices sobre densidade residencial e segurança quanto aos crimes. Finalmente, conclui-se que o NEWS (versão Brasileira) pode ser utilizado como um instrumento para avaliar a mobilidade em bairros de Florianópolis. A adaptação transcultural deste questionário pode ser um importante passo para estimular pesquisas nesta área de pesquisa.

Endereço: https://periodicos.ufsc.br/index.php/rbcdh/article/view/3918

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.