Escola de Educação Física da Polícia Militar do Estado de São Paulo

Por: Ivens Martini Catalano e .

Atlas do Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

A primeira Escola de Educação Física no Brasil foi instituída pela então Força Pública do Estado de São Paulo, cujos passos iniciais foram descritos por Luiz Malvasio em 1967: “De origem humilde, nascida de um ideal sadio e esportivo do então 1º Tenente Pedro Dias de Campos, viu à luz pela primeira vez a 14 de julho de 1902, numa modesta sala do Quartel da Luz, recebendo o nome batismal de Escola de Espada, Sabre e Florete. Abrigou, a partir de então, no aconchego dos seus ensinamentos e das suas reuniões, além dos jovens oficiais e sargentos de nossa Corporação, a mais fina flor da mocidade universitária paulistana. Com características de uma escola, a primeira organização na Força Pública foi o Curso de Esgrima e Ginástica, criado em 9 de março de 1910, tendo inicialmente como comandante e diretor o capitão Delphin Balancier, da Missão Militar Francesa. Em 25 de março de 1912, quando chegou da França, o capitão Louis Lemaitre, diplomado pela Escola de Joinville-le-Pont, assumiu ele a direção do Curso de Ginástica, ficando o capitão Delphin Balancier dirigindo o Curso de Esgrima”. Assim sendo, em 2002, comemorou-se o centenário da esgrima na atualmente denominada Escola de Educação Física da Policia Militar de São Paulo – EEFPM, promovendo-se no antigo ginásio Delphin Balancier uma solenidade com homenagens aos grandes vultos da esgrima da milícia bandeirante. E, como tal, considera-se a EEFPM como a primeira entidade de seu gênero no Brasil a ser institucionalizada.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.