Escolarizar Para Moralizar: Discursos Sobre a Educabilidade da Criança Pobre (1820-1850)

Por: Maria Cristina Soares de Gouvêa e Mônica Yumi Jinzenji.

Revista Brasileira de Educação - ANPED - v.11 - n.31 - 2006

Send to Kindle


Resumo

O artigo busca analisar os discursos sobre a educação da infância pobre presentes na província mineira na primeira metade do século XIX, investigando as concepções sobre a educabilidade da criança dos estratos sociais inferiores e seu papel na formação de uma nação civilizada. Esta criança era representada como possuindo faculdades mentais e qualidades morais diferenciadas das crianças dos estratos superiores, fruto de sua pertinência social, a serem reparadas pela educação escolar. Assim, definia-se um projeto de escolarização voltado para esse segmento da população, fundado na instrução, circunscrita ao ler, escrever e contar, e principalmente na educação moral, condição de formação de um adulto civilizado.

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v11n31/a09v11n31.pdf

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.