Escolas de Futebol: Uma Análise dos Interesses Envolvidos

Por: José Carlos Mosko Celso e Luiz Molleta Júnior.

IX Congresso Brasileiro de História do Esporte, Lazer e Educação Física CHELEF

Send to Kindle


Resumo

Este trabalho busca discutir a contribuição das escolas de futebol no processo educacional da criança. O recente aumento no número de escolas de futebol reflete não só a realidade da falta de espaços públicos seguros para a prática esportiva, como também a abertura de um novo mercado para investidores. Portanto, há de se considerar que os aspectos envolvidos são complexos, não só devido à necessidades como estrutura física e administrativa, mas também com relação aos objetivos de seus diretores e o conceito que estes possuem sobre futebol em categorias de base. Os pais procuram estas escolas para que seus filhos tenham a oportunidade de uma atividade física aparentemente segura e orientada e também, muitas vezes, porque têm a esperança de transformá-los em craques, desconsiderando aspectos importantes da formação, como: o social, o educacional, o psicológico e o motor, além da saúde. O esporte não se justifica como um componente do desenvolvimento integral da criança se resumir a sua função ao cumprimento de um treinamento que se preocupa apenas com a formação de futuros atletas. Não se pode ignorar que a criança que pratica esporte é a mesma que precisa brincar, se divertir e ser respeitada em suas individualidades biológicas. Diante desta perspectiva, acredita-se que o trabalho do professor de Educação Física nas escolas de futebol é fundamental para determinar de que forma os alunos estarão sendo inseridos no esporte: como participantes de um processo educacional através do futebol, ou como instrumentos para se atingir interesses particulares e competitivos.

Endereço: http://cev.org.br/biblioteca/anais-do-ix-congresso-brasileiro-de-historia-do-esporte-lazer-e-educacao-fisica-chelef

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.