Escolhas Relacionadas Ao Uso de Ajuda Física Aumentam Afetos Positivos Após Acidente Vascular Encefálico

Por: Shadia Mussa Yussef e Suzete Chiviacowsky.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.32 - n.2 - 2018

Send to Kindle


.Resumo

Este estudo observou os efeitos de escolhas relacionadas ao uso de ajuda física durante a marcha em adultos após acidente vascular encefálico (AVE). Dezoito adultos hemiparéticos (40 a 74 anos), após AVE, praticaram uma tarefa: andar uma distância de quatro metros ultrapassando obstáculos no menor tempo possível, com a possibilidade de utilizar um apoio de membro superior (barra de apoio) sob duas diferentes condições de prática, autocontrolada ou externamente controlada. Os participantes praticaram 30 tentativas no primeiro dia, e um teste de retenção, consistindo de cinco tentativas sem uso de ajuda física, foi realizado no dia seguinte. Os resultados demonstraram melhora similar no tempo para completar o percurso em ambos os grupos. Os resultados de questionário mostraram maior nível de afetos positivos para os participantes do grupo autocontrolado em relação aos participantes do grupo externamente controlado. Conclui-se que o uso autocontrolado de ajuda física pode adicionar benefícios ao processo de melhora da marcha em sujeitos pós-AVE.

Endereço: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/166812

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.