Espaços Para o Jogo no Recreio Escolar e a Ocorrência de Lutas a Brincar

Por: .

Licere - v.11 - n.2 - 2008

Send to Kindle


Resumo

O estudo teve por objetivo avaliar a existência de espaços para os jogos espontâneos e motores no tempo de recreio escolar e os tipos de jogos realizados nesse tempo/espaço. A pesquisa foi desenvolvida em 14 escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande – MS, sendo duas de cada região (Segredo, Prosa, Bandeira, Anhanduizinho, Lagoa, Imbirussu e Centro). A técnica de investigação adotada foi a observação sistematizada, utilizando como instrumento um Diário de Campo. Os resultados mostram que não existe nenhum tipo de espaço criado especificamente para o jogo no recreio escolar, fazendo com que a vivência dos jogos espontâneos e motores se limitem à utilização das quadras (quando o acesso é permitido) e pátios. Dentre as atividades, as brincadeiras de luta foram as mais realizadas. Conclui-se que, as escolas avaliadas não têm dado a merecida atenção à importância da criação e disponibilização de espaços para os jogos no recreio escolar, podendo a predominância das brincadeiras de luta ser um reflexo da carência espacial.

Endereço: http://www.anima.eefd.ufrj.br/licere/pdf/licereV11N02_a4.pdf

Tags: Nenhuma cadastrada :(

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.