Esporte e Lazer na Cidade: Alcance e Limites da Ação de Agentes Culturais

Por: Anibal Correia Brito Neto, Bruno Santa Brígida, Eliane do Socorro Aguiar Brito, Manoel Espírito Santo Silva Junior, e Stefanie Franco.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A discussão sobre o existente e o necessário para o melhoramento das condições objetivas que possam alavancar a construção e o desenvolvimento de políticas públicas de esporte e lazer no Brasil, perpassa, dentre outros fatores, por questões tanto de regionalidade/territorialidade, quanto de desigualdades sociais. No caso da Região Norte, vimos somando esforços para que se consiga compreender a realidade acerca do existente e necessário em políticas públicas para o esporte e o lazer. Esta pesquisa, é interface dos projetos desenvolvidos pela Rede Cedes/PA, sobre a realidade dos agentes que planejam e executam políticas públicas e atividades de esporte e lazer. Visa o conhecimento para análise das condições de vida, de trabalho e a formação para atuação nessa área. Para tanto, o estudo orientou-se com a pergunta científica: como se configura o perfil dos agentes culturais que atuam nas políticas e atividades de esporte e lazer na Região Metropolitana de Belém? Para além de mapear o perfil socioeconômico, a investigação objetiva conhecer a realidade social dos gestores, professores e agentes culturais que desenvolvem políticas/atividades de esporte e lazer na Região Metropolitana de Belém com o intuito de caracterizar os conhecimentos sobre política de esporte e lazer presentes entre os gestores, professores e militantes culturais que desenvolvem políticas/ atividades de esporte e lazer na Região Metropolitana de Belém.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.