Esporte e Lazer no Plano Urbanístico Original de Goiânia (1933)

Por: Avelino Pereira Neto, Cleber Augusto Gonçalves Dias, e .

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

A construção de Goiânia seria para aqueles que ascenderam ao poder em Goiás após o início da segunda república em 1930, um símbolo de modernização do interior do país. O arquiteto, urbanista e paisagista Attílio Corrêa Lima, seria convidado a projetar uma cidade que desvinculasse o estado da imagem de atraso e isolamento da antiga capital. A nova cidade deveria influenciar diferentes hábitos e, por consequência, orientar novos sentidos, inclusive com respeito às experiências esportivas de lazer. Este estudo tem por objetivo elencar os espaços públicos voltados para a vivência do esporte e do lazer incluídos no primeiro plano urbanístico da cidade de Goiânia, datado de 1933. Como principal fonte de pesquisa destacase o decreto estadual n° 3.547 de 6 de julho de 1933, relativo às condições de contratação do arquiteto, disponível no Arquivo Histórico do Estado de Goiás da Secretaria de Estado da Cultura (SECULT), além de dissertações e teses que tratam da vida e da obra de Attílio Corrêa Lima. Livros e artigos, também auxiliaram na contextualização do período estudado.

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.