Esporte, Educação Física e Atividade Física Para Populações Especiais no Século Xx

Por: .

Motriz - v.12 - n.1 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Um breve histórico da área em nível internacional, demonstra que no período anterior a 1920 existia a ginástica médica, na qual o exercício físico era utilizado pela medicina, no tratamento de certas doenças. Esta vai se modificando, evoluindo para a área que de 1920 a 1950 é conhecida como Educação Física Corretiva (EFC), incluindo terapias físicas e corretivas, mas, apesar do nome, desvinculada da Educação Física. O final deste período, da início a novas e várias mudanças, que culminam, em 1952, com o surgimento do termo Educação Física Adaptada (EFA) em substituição ao de EFC. Mas, somente nos anos 80 que a EFA sofre mudanças radicais, sendo redefinida como subdisciplina da EF. Essa nova definição da área enfatiza programas de atividades física e motora para as necessidades das pessoas com deficiências, correspondendo as suas capacidades e limitações (Seaman & DePauw, 1982). Numa visão geral, observa-se que as mudanças ocorridas, se dão no sentido de uma abordagem médica para uma mais pedagógica, preocupada com o indivíduo de forma mais global, em sua unidade; não em suas ’’partes’’ incapazes. No Brasil os primeiros textos encontrados sobre o assunto, segundo Nabeiro (1989), datam de 1946, escritos por Inezil Penna Marinho, dos quais três são revisões de literatura, inclui também um relato de sua experiência no Instituto Benjamim Constant, destacando as vantagens desta atividade’’... contra as doenças, particularmente as provocadas pelo hábito sedentário; desenvolvimento de seu sistema muscular e conveniente coordenação motora.

Endereço: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/05n2/5n211Rago.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.