Esporte e Masculinidade: Inter-relações Esportivas

Por: Afonso Machado, Carlos Augusto Mota Calabresi e Daniel Presoto.

X Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Introdução e objectivos: Esta pesquisa objetivou explorar as comple-xidades e ambigüidades da masculinidade, oferecendo novos insights das fantasias e conflitos dos homens, de suas tarefas sociais, inclusive seus papéis esportivos e as maneiras como estão reagindo diante dos cambiantes padrões e modelos sexuais. Material e métodos: Estudos bibliográficos e de campo, aos moldes da pesquisa qualitativa, do tipo estudo de caso, permitiram que os dados coletados através de análise de discurso fossem categorizados, favorecendo conhecimentos mais detalhados sobre o sofrimento que existe por trás dos embates masculinos, de suas tentativas de enfrentar o desafio da liderança, da pai-xão, do medo, da invulnerabilidade e da derrota, sempre pre-sente na formação do masculino. Principais resultados e conclusões:Resultados até aqui levantados possibilitam entender os choques (ou distúrbios) pessoais e funcionais existentes nas figuras dos ídolos esportivos, dos líderes e até dos fãs, diante das cobranças sociais de um padrão rígido, fechado e estabelecido e em contraste com a emoção ou afetividade existente em cada um. Outra constatação é a da necessidade de repressão da emotividade no cenário esportivo, pela incongruência desta num mundo másculo, onde não se pode mostrar vulnerável ou sensível. Fortalece a possibilidade de ampliar o entendimento das emoções no esporte masculino, visto o fato da quase inexistência de estudos sobre emoções e gênero masculino na prática esportiva.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.